Número de empresas abertas no Paraná cresce 14% em janeiro

O Paraná registrou a abertura de 3.303 empresas em janeiro de 2019, conforme dados da Junta Comercial do Paraná (Jucepar). Este número representa um incremento de 14,6% em relação ao total contabilizado em igual mês do ano passado (2.881).

Segundo o presidente da Jucepar, Marcos Sebastião Rigoni de Mello, as estatísticas apontam aumento em todos os segmentos de negócios. No comparativo com o primeiro mês de 2018, as formalizações de empresários no Estado passaram de 951 para 1.186; Empresas Individuais de Responsabilidade Limitada (Eireli), de 541 para 633; sociedades empresárias, de 1.351 para 1.416; sociedades anônimas, de 25 para 50; sociedades cooperativas, de 11 para 14; e outros tipos, de dois para quatro.

EMPRESA FÁCIL – Um dos fatores que contribui para este incremento é o Empresa Fácil Paraná, acessado pelo site www.empresafacil.pr.gov.br. O sistema integra diferentes órgãos reguladores e licenciadores, permitindo que todos os processos necessários para abrir um novo negócio sejam feitos inteiramente pela internet. Antes desta implantação, o empresário precisava ir pessoalmente em cada órgão para solicitar as licenças para seu empreendimento.

O Empresa Fácil Paraná já conta com a adesão de 380 prefeituras paranaenses, além da Receita Federal, Receita Estadual, Vigilância Sanitária, Corpo de Bombeiros e Secretaria do Meio Ambiente. “O sistema reduziu o prazo médio para abrir uma empresa de trinta para cinco dias úteis”, destaca Mello.

“Nossa meta é fazer a Junta Comercial do Paraná ser a número um no Brasil e chegar a um ponto em que as empresas sejam abertas em um dia”, diz. Para atingir este objetivo, Mello comenta que o desafio é desburocratizar o órgão e transformar a Jucepar na Junta Digital – com 100% dos processos de abertura de empresas realizados por meio digital, já que hoje ainda é possível dar entrada via documento físico. “Queremos poder proporcionar ao empresário paranaense segurança e rapidez na abertura de seus negócios”, afirma.

EXPANSÃO – O Estado fechou 2018 com 45,8 mil novas empresas abertas, o que significa um acréscimo de 6% em relação ao total de 43,2 mil novos negócios formalizados em 2017. Para 2019 a expectativa é de crescimento, afirma o presidente da Jucepar. Segundo ele, a política do governo Ratinho Junior de atração de investimentos e apoio aos empresários que geram emprego e renda vai impulsionar a economia do Estado. “O Estado vai melhorar como um todo e tenho certeza que o número de empresas abertas será ainda maior que em 2018”, diz Rigoni de Mello.