O Coritiba encarou o Ceará no Couto Pereira, neste sábado (20), em partida válida pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado da partida foi o revés por 2 a 0, na despedida do Couto na temporada 2020. 

O Verdão foi a campo com Arthur, Jonathan, Rhodolfo, Sabino , Guilherme Biro, Nathan Silva, Matheus Bueno, Mattheus Oliveira, Robson , Neilton e Osman, dando sequência ao planejamento do departamento de futebol coxa-branca, que dividiu o grupo de atletas nessa semana, com ênfase nas competições de 2021. 

O jogo

O primeiro tempo da partida teve alguns lances polêmicos e o Coritiba balançando as redes logo no início, mas a arbitragem assinalou o impedimento na jogada finalizada por Mattheus Oliveira e anulou o gol coxa-branca. O Coxa seguiu para cima, buscando abrir o placar em casa.

Robson teve chance aos 15’, mas a bola passou rente às traves e foi para fora. Matheus Bueno também arriscou, mas a bola subiu de mais; Neilton bateu de longe aos 25’, mas o goleiro Richard do Ceará defendeu.

Pouco depois, Neilton marcou para o Coxa, mas a arbitragem acionou o VAR, que invalidou o gol coxa-branca, alegando que a bola saiu no início da jogada. Antes do apito final, o time alviverde ainda reclamou de um possível pênalti após a bola bater na mão de um atleta do Ceará dentro da área, mas não foi atendido.

Para a etapa complementar, o Coxa voltou com uma alteração, com a entrada de Henrique Vermudt no lugar de Sabino. E Robson novamente teve chance, já no início de jogo, mas a bola insistia em não entrar.

Por outro lado, o Ceará acabou marcando com Felipe Vizeu. O Verdão ia tentando reagir, mas não encontrava espaços. Então a equipe visitante acabou ampliando a vantagem no placar aos 28′, com Saulo. No Coxa, ainda entraram Cristiano, estreante no profissional, e Luiz Henrique nos lugares de Guilherme Biro e Mattheus Oliveira.